Rumo à Lua e todos os outros Tintin, de Hergé


A babá está de férias, o marido trabalhando muito. Assim os meus últimos dias têm sido inteiramente dedicados a todas essas coisas que eu digo que faço aqui, e nem um segundo para refletir sobre elas - nem sobre coisa nenhuma aliás! Por isso, vou me dar ao direito de roubar um pouquinho e falar de um clássico. O bom de um clássico, além de que normalmente são muito bons e por isso são clássicos, é que rendem um post curto e simples, porque muita coisa já foi dita sobre eles antes. =)



De qualquer maneira, As Aventuras de Tintin é a minha série em quadrinhos preferida (os desenhos pra tv são bons, mas os livros são muito melhores!). As tramas são tão interessantes e os personagens tão bem elaborados que nunca canso de ler. E especialmente acho que é uma leitura muito bacana pra incentivar os meninos de 7 a 12 anos a largarem o video game só um pouquinho, porque os temas costumam agradar: piratas, zarabatanas e, como no caso acima, foguetes. (Além de que quadrinhos são visuais e costumam agradar os menos apaixonados pela leitura).
Se quiserem mergulhar um pouco mais no universo, o site oficial  é ótimo e tem muitas coisas legais para vocês darem uma olhada: informações sobre os personagens e os livros, jogos, desenhos pra imprimir e colorir...
E, principalmente, se preparar para Tintin e o Segredo do Licorne em 3D, dirigido por Spielberg e produzido por Peter Jackson. Infelizmente adiaram a estréia brasileira para janeiro de 2012,  mas você pode ir assistindo o trailer aqui. Será que vai ser legal?


Viu que o post nem foi tão curto assim? Agora vou dormir, ufa, boa noite.